sábado, 20 de setembro de 2008

Grupo Instrumental.

Uma alternativa sólida para a Música Caipira é a interpretação de suas músicas em grupos instrumentais, seja qual for a formação, o importante é ter variação de repertório e uma estrutura mais elaborada, assim, fica mais fácil de fazer crescer este estilo e expandir com menos preconceitos, tendo a denominação correta.

Todo estilo passa por várias fases durante a evolução e crescimento, mas é preciso sempre pensar no profissionalismo e na abrangência, nestes quesitos, quanto mais variações houverem, um número maior de adeptos haverá. A viola caipira já faz parte de cursos de faculdade, isso facilita a penetração no mercado mais elaborado, mostra também uma tendência, a de buscar a Cultura de nossa terra, origens e raízes, significa um benefício imenso, mas é preciso aproveitar este momento para ampliar cada vez mais o acesso a este estilo que é a Música Caipira.

sexta-feira, 5 de setembro de 2008

Viola Caipira

Este instrumento possui uma identificação com a Música Caipira, quase como se fossem indissociáveis. A minha preferência é pela afinação Cebolão em Ré, provoca menos tensão nas cordas, evitando de ficar estourando, possui um som agradável e um identificação com a Música Caipira desenvolvida no interior do Estado de São Paulo.
Em
Música GI, há partituras para Viola Caipira, assim como, há partituras para o mesmo instrumento incluídos no Grupo Insturmental. Este instrumento é utilizado por Marcelo Torca em seu Musical de Natal, explorando o som das cordas oitavadas, fazendo assim, um timbre metálico e potente.

quinta-feira, 4 de setembro de 2008

Nhô Celo

Nhô Celo é pseudônimo de Marcelo M Torcato, músico atuante na Música Caipira. Entre as suas obras: Sonho; No Rio; Em Casa; De Quem é Essa Terra?

Tv Caipira